Tomei a vacina para a COVID-19, quanto tempo depois posso operar?

Carlos Henrique Viana de Castro
Anestesiologista
CRMMG 18470

A pandemia (ou melhor dizendo, sindemia) de COVID-19 trouxe profundos impactos na vida das pessoas, das instituições e das empresas, descortinando uma série de deficiências estruturais, com consequências muitas vezes letais. Apesar das medidas para tentar reduzir o contágio, por exemplo isolamento social, muitas atividades eram e são essenciais não podendo ser interrompidas, mesmo durante a sindemia. Assim, uma cirurgia pode ser uma atividade essencial, portanto, se você vai operar, seguimos as orientações, publicas em 2017:1

As reações adversas a imunização dependem do tipo de vacina envolvida, portanto os autores do estudo recomendam:
1. Adie um procedimento eletivo (que não é urgência) que requer anestesia, ao invés de mudar o calendário de vacinação, especialmente em neonatos e crianças;
2. Adie a anestesia e a cirurgia por uma semana após a vacinação com vírus inativado (difteria, tétano, poliomielite, meningite, coqueluche);
3. Adie a anestesia e cirurgia por três semanas após a vacinação com vírus vivo atenuado (sarampo, caxumba, rubéola, tuberculose, febre amarela), caso da Coronavac;
4. Em caso de cirurgia de urgência tanto antes como depois um esquema de vacinação, dê preferencia para anestesia local ou anestesia regional no lugar da anestesia geral; use opióides sintéticos no lugar de morfina e observe o paciente cuidadosamente após o procedimento realizado.
A constituição da vacina para COVID-19 varia de acordo com a empresa que a produz. Consulte seu médico para definição dos prazos.

Referencia Bibliográfica:
1.Current Opinion in Anaesthesiology, 30(3), 368–375, 2017

Você também pode gostar

Blog

Tecnologia e Anestesia

Em breve.

anestcare
12 de março de 2021
Ler Artigo
Blog

Câmara de Arbitragem e Cirurgia

Em breve.

anestcare
12 de março de 2021
Ler Artigo
Blog

Anestesia causa queda de cabelo?

Carlos Henrique Viana de CastroAnestesiologistaCRM MG 18470 Com frequencia somos abordados, durante a avaliação pré-anestésica, sobre queda de cabelo (alopécia)...

Carlos Henrique Viana de Castro
11 de março de 2021
Ler Artigo